Técnicas – Como Preparar Vinagre Caseiro ?

Olá, Sweeties ! Tudo bom ?

Nesse post de hoje, vamos mostrar à vocês uma ideia bem bacana de se evitar o desperdício e gastar menos com vinagres industrializados. Vamos lhes ensinar a como fazer o seu próprio vinagre, de maneira fácil e saudável, sem que você tenha que ingerir aquela quantidade absurda de elementos tóxicos que os vinagres industrializados possuem. E então, vamos lá?

Vinagre caseiro

(Imagem da Internet)

Para começar a preparar o seu vinagre caseiro, vamos precisar de 1/4 de uma garrafa de vinagre comum, e as sobras de algum vinho, que você precisará deixar destampado, dentro de um armário escuro que mantenha uma temperatura de 16º a 26ºC, durante umas duas semanas.  Após esse período, o vinagre criará um acúmulo de resídos e uma película que flutua sobre a superfície. A partir daí, você não precisa se preocupar, pois quer dizer que o processo está dando certo, pois é a bactéria-mãe que precisamos para começar a produção do nosso vinagre.

Após esse processo, você pode começar a adicionar o vinho na sua garrafa de vinagre. Deixe descansar por mais umas duas semanas, e o seu vinagre estará pronto para o consumo. Caso ache interessante, você também pode saborizar o seu vinagre usando ingredientes aromáticos, como por exemplo ervas frescas (alecrim, tomilho, orégano, louro, manjericão, coentro, salsinha, endro ou dill), frutas silvestres (framboesas, amoras, morangos, mirtilos), especiarias (cravo, canela, açafrão, cardamomo), pimentas, grãos e raspas de frutas cítricas. Depois das duas semanas, é só começar a utilização do seu vinagre em saladas, marinadas e outras preparações.

Vinagre caseiro 2

(Imagem da Internet)

Espero que tenhamgostado e que essa ideia faça uma grande diferença com relação aos sabores, ao consumo e principalmente, a reduzir os seus gastos com um produto mais caro e que não é tão saboroso quanto o vinagre feito em casa.

Um beijão !

Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

Vinhos – Informativo

Olá, Sweeties ! Tudo beleza ?

Nós, da Equipe do It’s Sugar Time, gostaríamos de avisá-los que a nossa primeira temporada do nosso informativo sobre Vinhos irá fazer uma pausa. Esperamos que tenham gostado das nossas dicas e faremos o possível para trazer de volta os vinhos nas noites de sexta-feira. Até lá, a Chilly vai ter bastante tempo para apreciar novos exemplares para trazê-los aqui para vocês.

Desenho por Yann Freitas - Todos os direitos reservados

Desenho por Yann Freitas – Todos os direitos reservados

Mas não se preocupem, durante esse período, apresentaremos um informativo sobre cervejas, que será tão incrível quanto o de vinhos.

Quem quiser rever os posts, é só clicar nos links abaixo :

Espero que tenham gostado, e fiquem ligados,pois em breve voltaremos com mais novidades nas noites de sexta, especialmente para vocês, leitores.

Um beijo e até a próxima !

Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

 

 

Vinhos – Chablis

Olá, Sweeties ! No informativo de hoje, falaremos sobre o vinho Chablis, que é o vinho branco mais conhecido do mundo. Ele é fabricado a partir das uvas Chardonnay, na região de Chablis, na Borgonha – França.

Chardonnay

(Uvas Chardonnay – Imagem da Internet)

A região de Chablis, na Borgonha, está localizada a 200 km de distância ao sul de Paris, quase na região de Champagne, na França. O nome da região deu origem ao vinho Chablis.O clima dessa região é semi-continental e não possui influência marítima. Possui invernos longos e muito frios, os verões são amenos e bem insolados. É uma região com grande incidência de chuvas de granizo e geadas, o que varia a qualidade das safras da Chardonnay.

O principal fator que caracteriza os vinhos produzidos em Chablis é o solo, pois há 150 milhões de anos atrás,no período jurássico, a região era coberta por oceanos, e ali vivam ostras e moluscos que foram usados como matéria prima da composição do solo calcário e argiloso, conhecido como kimmeridgiano.

Garrafa de Chablis

(Imagem da Internet)

Existem quatro tipos de Chablis :

  • Petit Chablis : São em grande parte os vinhos mais simples, produzidos geralmente nas periferias da região. São mais leves e é recomendável que sejam apreciados enquanto ainda jovens.
  • Chablis : Também chamados de Chablis AOC (Appellation d’Origine Contrôlée), são os mais comuns entre esse tipo de vinho. Podem ser consumidos jovens, porém, podendo também ser apreciado enquanto maduro,pois apresenta uma riqueza maior de aromas.
  • Chablis Premiere Crus : São os mais elegantes e finos, trazem sempre em seus rótulos essa denominação, Premier Cru, acompanhado do nome de um dos inúmeros vinhedos da região que possuem essa classificação. Não significa que, por ter esse selo de classificação, que todos dessa classe serão bons vinhos. São mais frutados e possuem mineralidade mais pronunciadas
  • Chablis Grand Crus : São denominados de “a elite” dos Chablis.  São vinhos mais austeros, mais secos e com características minerias, de acidez marcante, encorpados e complexos.

Os vinhos Chablis harmonizam-se muito bem com peixes e frutos do mar, como ostras frescas ou gratinadas,  pratos com peixes crus, como carpaccios,  tartares de salmão, sushi e sashimis, ou receitas mais encorpadas, como bacalhau e salmão grelhados, fish n’ chips, lagostins e lagostas. Harmonizam-se  muito bem também com comidas apimentadas, como as da culinária tailandesa, salmão defumado e foie gras.

Algumas análises do Chablis :



Espero que tenham gostado da dica de hoje. Um beijo e até a próxima !

Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

Vinhos – Pinot Grigio

Olá, Sweeties ! No nosso informativo de hoje, falaremos um pouquinho sobre a Pinot Grigio, uma uva diferenciada e bastante versátil.

Pinot Grigio

(Imagem da Internet)

A Pinot Grigio ou Pinot Gris , como é chamada na França, é uma uva da família das Vitis vinifera e é originária da região da Alsácia, na França.

Sua cor é tinta, porém, essa uva é caracterizada por fabricar vinhos brancos de excelente qualidade. A tonalidade dos vinhos provenientes da Pinot Grigio variam muito, podendo ser amarelo palha em alguns casos e dourado em outros. A Pinot Grigio é uma uva que se adapta muito bem aos climas mais frios, pois é nesse clima em que o período de maturação da uva se torna mais lento, trazendo ao vinho extraído, uma melhor acidez e uma melhor fixação dos sabores e dos aromas.

Os vinhos extraídos dessa uva devem ser leves e refrescantes, uma vez que possui em seu aroma, notas frutadas, como o limão, de cascas de laranja, de pêras. Ele éumvinho bem encorpado e de acidez bem equilibrada.

Se seu período de descanso for bem executado, o vinho poderá envelhecer bem, porém, este é um vinho para ser apreciado enquanto ele ainda é jovem.

Os vinhos da Pinot Grigio harmonizam-se muito bem com peixes, como atum, salmão e temperos de sabores cítricos. Combinam muito bem também com refeições típicas da culinária Indiana e da culinária Japonesa, além de combinar muito bem com a ricota.

Espero que tenham gostado da nossa dica de hoje. Um beijo e até a próxima !

Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

Vinhos – Merlot

Olá, Sweeties ! Dando continuidade ao nosso informativo sobre vinhos, falaremos um pouquinho hoje das uvas Merlot, uma casta de uva que gera vinhos bem encorpados e bem equilibrados e que são bem especiais.

Merlot

(Imagem da Internet)

A uva Merlot é uma uva tinta da família das Vitis vinifera, descendente da Cabernet Franc  e meia irmã da Cabernet Sauvignon,  proveniente da região de Bordeaux,na França. Os vinhos extraídos dessa uva são bem encorpados, muitas vezes complexos e bastante frutado. Ele é um vinho que é feito para ser consumido jovem, pois com o tempo ele perde as suas características .

A Merlot é uma uva que possui maturação avançada que se adapta  muito bem aos climas mais frios. Os aromasqueelapode apresentar são os de especiarias, como noz-moscada, cravo e canela ; frutas pretas, tais como a groselha, jabuticaba e ameixa ; além de aromas como couro, tabaco e cogumelos ; ervas, como o alecrim, o orégano e as azeitonas, e caso envelhecido em barris de madeira, pode apresentar aromas de caramelo, café, coco, baunilha, chocolate, figos secos e nozes.

Merlot harmoniza muito bem com risotos de funghi, gorgonzola; com carnes de pato, coelho ou ganso, além de massas recheadas, com terrines de ervas, comidas caseiras, como carnes de panela, guisados e gratinados, além de comidas da culinária tailandesa de da culinária árabe.

Espero que tenham gostado da nossa dica de hoje. Um beijo e até a próxima !

Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

Vinhos – Chardonnay

Olá, Sweeties ! No nosso informativo de vinhos de hoje, apresentaremos a vocês uma das uvas que dão origem ao champagne. Os vinhos provenientes da Chardonnay são de excelente qualidade, mantendo um vinho com diferentes personalidades.

Chardonnay

(Imagem da Internet)

Chardonnay é uma uva da família das Vitis vinifera , originária da região da Borgonha, na França. É o tipo de uva branca que mais se espalhou pelo mundo, podendo criar vinhos longos e complexos, ou vinhos mais básicos, dependendo de como for tratada.A Chardonnay pode possuir muitas características, podendo ser ricos e leves, podendo também apresentar características minerias, aromas frutados, como abacaxi.

Os vinhos da Chardonnay harmonizam-se muito bem com as carnes brancas, como frango grelhado, com qualquer tipo de peixe, incluindo o camarão e com os queijos gouda, brie e suíço; além de massas com molho branco, Carbonara, com sopas cremosas, saladas verdes e vegetais grelhados.

Espero que tenham gostado da nossa dica de hoje. Um beijo e até a próxima !

Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

Vinhos – Sauvignon Blanc

Olá, Sweeties ! Hoje, no nosso informativo semanal sobre vinhos, falaremos do Sauvignon Blanc, um vinho refrescante e incrível. Vamos lá?

Sauvignon Blanc

(Imagem da Internet)

A Sauvignon Blanc é uma uva branca da família das Vitis vinifera, que tem origem na região de Bourdeaux, na França, sendo também a  principal uva na região do Loire, também na França. É uma das uvas mais nobres do mundo e a colheita deve ser feita precocemente, geralmente praticada logo no início do verão.

Sauvignon Blanc é uma uva que se adapta melhor aos climas mais frios. Se plantada em locais quentes,ela adquire um aroma frutado que torna seus vinhos enjoativos. Para um melhor amadurecimento do vinho, é recomendado o descanso do vinho em tanques de inox, ao invés de barris de carvalho. É possível identificar se um sauvignon blanc é jovem somente observando a coloração. Quando o vinho é jovem, ele possui uma cor esverdeada.Quando maduro, torna-se uma cor palha-dourada.

Um sauvignon blanc bem elaborado possui aromas que lembram as frutas tropicais, tais como abacaxi, pêra, maracujá e melão. No paladar, ele se revela um vinho fresco, de acidez aguda e aspectos minerais bem perceptíveis. Os vinhos provenientes da sauvignon blanc harmonizam muito bem com saladas, peixes e frutos do mar, pratos com alcachofra e aspargos; além de realçar os sabores de um carpaccio ou tartare de peixe, ceviches e queijo de cabra.

Espero que tenham gostado da nossa dica de hoje. Um beijo e até a próxima !

Get ready’ cause …

bkg1 - Cópia