Receitinha Savory – Gnocchi de batata doce

Olá Sweeties ! A receita de hoje é uma receita pra ser feita em família. É perfeita para o almoço de fim de semana, com um toque de diversão e muitas histórias pra levar na memória. É o Gnocchi de batata doce.

SONY DSC

(Imagem da Internet)

Para essa receita, vamos precisar dos seguintes equipamentos :

  • Uma faca afiada
  • Uma tábua de bambu
  • Uma caçarola grande
  • Uma caçarola média
  • Uma colher de bambu
  • Uma escumadeira
  • Um espremedor de batatas
  • Um bowl médio

Ingredientes da Massa : 

  • 1 kg de batata doce
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • Queijo parmesão ralado à gosto
  • 1 ovo
  • 1 limão
  • Sal à gosto
  • Pimenta do reino preta moída na hora à gosto
  • Gengibre ralado à gosto

Modo de preparo da Massa : 

Descasque e corte a batata doce em pedaços pequenos. Coloque a batata doce para cozinhar, espremendo na água do cozimento o suco do limão, para que as batatas não escureçam. Deixe que as batatas cozinhem até ficarem macias. Esprema as batatas e acrescente nelas a farinha, a manteiga, o queijo, o ovo e o gengibre, e tempere com sal e pimenta. Sove a massa com as mãos, acrescentando a farinha aos poucos, até que fique firme e desprenda das mãos. Faça rolinhos com a massa e corte em quadradinhos. Em uma panela grande, ferva 1 litro de água . Coloque a massa para cozinhar. Espere até que a massa suba até a superfície da água.

Ingredientes do Molho : 

  • 500 gramas de bacon picado em cubos
  • 6 bifes de filé mignon
  • 1 colher de sopa de mostarda
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola picada
  • 1/2 pimenta dedo-de-moça picada
  • 1 colher de chá de açúcar
  • 2 colheres de sobremesa de farinha
  • 2 latas de tomate pelado
  • 1/2 lata de cerveja preta
  • Azeite à gosto
  • Sal à gosto
  • Pimenta do reino preta moída na hora à gosto

Modo de preparo do Molho : 

Frite o bacon. Em seguida, acrescente o filé mignon, cozinhando em fogo alto para que a carne não libere seus sucos. Acrescente o azeite, a pimenta dedo-de-moça, a pimenta do reino, o alho e deixe dourar. Quando estiver tudo bem dourado, acrescente a cebola e deixe cozinhar bem. Acrescente o molho de tomate, e a colher de farinha e mexa bem. Adicione a mostarda e o sal. Mexa bem e deixe engrossar. Acrescente o açúcar  e finalize com a cerveja preta.

Montagem do Gnocchi : 

Em um refratário, disponha o gnocchi e despeje o molho por cima. Rale queijo parmesão à gosto. Sirva quente.

Música Sweetie pra se ouvir enquanto cozinha :

Uma ótima combinação : comida boa e reunião de família. Nada melhor pra começar bem a semana. Um beijo e até a próxima!
Get ready ‘cause…

bkg1 - Cópia

Anúncios

Técnicas – O que é Roux ?

Olá Sweeties! Hoje vamos aprender mais uma técnica muito utilizada na cozinha, e uma das mais básicas. Hoje faremos um roux .

Roux 2

(Imagem da Internet)

Primeiramente, devemos entender o conceito do que é o roux .

roux nada mais é do que um espessante; uma mistura cozida de manteiga clarificada e farinha de trigo, muito utilizado para engrossar caldos e adicionar cor aos alimentos,sejam eles doces ou salgados. O roux pode ser classificado em três grupos :

  • Roux branco : É o roux que foi cozido por menos tempo (cerca de 2 minutos), a fim de cozinhar somente o amido presente na farinha.  Seu potencial espessante é bastante alto, podendo este ser usado para molhos claros e sopas cremosas de tonalidade clara.
  • Roux amarelo : Este é o roux que cozinha um pouco mais de 2 a 3 minutos, adquirindo uma coloração amarela. Possui um potencial espessante menor do que o do roux branco, podendo ser usado como base para sopas e molhos de coloração amarelada.
  • Roux escuro : Esse roux cozinha por cerca de 5 minutos em fogo alto, o que dá a ele essa coloração marrom característica. Seu potencial espessante é quase nulo, sendo utilizado somente para dar coloração à molhos escuros e pratos com alguma especificidade.

Roux

(Imagem da Internet)

Dica :  Quando agregar o roux em algum alimento que seja líquido, sem que ele empelote, a dica é usá-lo em temperaturas contrárias. Por exemplo, se o roux estiver quente e o caldo estiver frio, pois isso evita que se criem bolotas no molho.

Espero que tenham gostado da técnica de hoje. Um beijo e até a próxima!

Get ready ‘cause…

bkg1 - Cópia

Receitinha Sweetie – Crumble de morango com sorvete de chocolate

Olá Sweeties! A receita que trago hoje para vocês é bem simples, rápida e gostosa. Essa receita só tem duas partes, pois o sorvete compra-se pronto. Crumble de morango com sorvete de chocolate!

DSC00821

(Foto por Caroline Torres)

Para se preparar essa delícia, vamos precisar de :

  • Um bowl
  • Uma assadeira
  • Uma panela pequena
  • Uma colher de bambu
  • Papel manteiga
  • Um pincel de silicone
  • Uma tesoura
  • Uma faca de legumes

Ingredientes da Farofa : 

  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 3/4 de xícara de açúcar demerara (ou mascavo)
  • 100 gramas de manteiga sem sal cortada em cubos

Modo de preparo da Farofa :

Em um bowl, misture a farinha, o açúcar e a manteiga. Misture com os dedos até formar uma farofa com gruminhos. Coloque em uma assadeira forrada com papel manteiga e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por vinte minutos, até que fique dourado e crocante. Tire do forno e deixe esfriar. Reserve.

Ingredientes da Calda : 

  • 1 caixa de morangos lavados e picados
  • 100 ml de água
  • 1/2 xícara de açúcar  demerara (ou mascavo)
  • 1 colher de sopa de manteiga sem sal

Modo de preparo da Calda : 

Numa panela pequena, misture os morangos, o açúcar, a água e a manteiga. Cozinhe em fogo baixo, mexendo de vez em quando para não queimar. Quando a calda ficar grossa (reduzir), desligue o fogo. Deixe esfriar.

Montagem do Crumble : 

Em uma xícara, forre o fundo com a farofa. Coloque duas bolas de sorvete (do sabor que preferir, nesse caso, usamos o de chocolate). Por cima, despeje a calda e polvilhe um pouco mais da farofa. Sirva em seguida.

Música Sweetie pra se ouvir enquanto cozinha :

Espero que tenham gostado da receita. Ela pode ser uma sobremesa rápida de almoço de fim de semana, ou só um aperitivo doce . Um beijo e até a próxima!

Get ready ‘cause…

bkg1 - Cópia

Introdução dos métodos de cocção – Nova série.

late

Olá Sweeties!  Essa semana começaremos uma nova série na qual ensinaremos a vocês todos os métodos de cozimento. São 11 métodos e apresentaremos 1 método por dia, seguido de uma receita, para que o conhecimento e aprendizado de vocês fique mais dinâmico e direto. Mas para isso, nós devemos aprender o principal conceito do que é cocção, como  se dá a transmissão de calor que faz com que o alimento seja cozido, entre muitos outros conceitos importantes.

  • O que é Cocção?

Cocção é o processo no qual se aplica calor a um alimento, modificando sua estrutura, alterando sua cor,sabor e textura, afim de adequá-lo à digestão. Esse calor pode ser direto, ou indireto, e também pode ser gerado através de diversas fontes, como eletricidade, ondas eletromagnéticas, radiação solar ou à gás.

Tendo em vista essas considerações e sabendo como o calor age no alimento, pode-se assim escolher a melhor maneira de cozinhá-lo e obter os resultados desejados.

  • Como acontece a transmissão de calor para o alimento? 

A transmissão de calor para os alimentos pode acontecer de 3 formas :

Convecção 

É a transferência de calor através de um fluido líquido ou gasoso, onde as partículas se movem da área mais quente para a área mais fria. Ela pode ser natural ou artificial.

  • Convecção natural : o movimento das moléculas do fluido movimenta também as moléculas do alimento. As moléculas quentes sobem e as frias descem, fazendo com que se forme um ciclo, aquecendo todo o alimento
  • Convecção artificial :  acontece quando um recurso artificial é utilizado para a ocorrência da aceleração das partículas do meio líquido ou gasoso. promovendo uma agitação muito maior das moléculas do alimento.

Condução 

É a propagação do calor do exterior para o interior do alimento por meio de contato direto do alimento com o calor. É o meio mais lento de transmissão de calor.

Radiação

É o processo no qual a energia é transferida por ondas de luz ou calor para o alimento, sem o contato direto  do alimento com a fonte de calor. Exitem dois tipos de radiação nesse caso :

  • Radiação infravermelha : que aquece os materiais com alta retenção de calor a altas temperaturas, fazendo com que o calor se solte em ondas e cozinhe os alimentos.
  • Cocção por microondas : Acontece por meio da radiação de ondas geradas pelo forno microondas que  aquecem as partículas de água do alimento.
  • Quais são os efeitos do calor nos alimentos?

Primeiramente, devemos saber que os alimentos são basicamente compostos por proteínas, carboidratos, água, gordura e minerais. Quando o calor é aplicado no alimento, cada um desses componentes é alterado,  mudando assim as características do alimento, como cor, sabor, formato, textura, entre outros.

Proteínas 

Ao cozinhar alimentos proteicos (carnes, ovos e derivados do leite), acontece a perda de umidade. Então o alimento encolhe e se torna firme. Esse processo é denominado coagulação e acontece entre 70°C e 85°C .

Amido

Quando o amido está em contado com algum líquido e exposto ao calor, suas moléculas se expandem, cozinhando- o.  Esse processo se chama gelatinização, e ocorre entre 66°C e 100°C .

Açúcares

Quando os açúcares contidos nos alimentos (glicose,frutose,maltose,sacarose e lactose) são aquecidos, há alteração na cor e no sabor nos alimentos. Esse processo é chamado de caramelização e se dá a partir de 170°C .

Água 

Quando a temperatura interna dos alimentos aumenta, mas moléculas de água evaporam. Isso causa a desidratação e diminuição do peso dos alimentos durante a cocção.

Gorduras

Quando um alimento rico em gordura entra em contato com uma fonte de calor, este retem  o calor dentro de si, possibilitando o cozimento à altas temperaturas e facilitando o processo de caramelização.

Sabendo esses principais conceitos e denominações, já podemos passar para o próximo passo, que são os métodos de cocção. Um beijo e até a próxima, Sweeties!

Get ready ‘ cause…

bkg1 - Cópia

Cozinha equipada, sinônimo de sucesso – Parte 4 de 4

Nessa última parte, falaremos sobre os utensílios mais importantes da cozinha e seus usos. As panelas. Quando você for escolher as panelas que utilizará em sua cozinha, deverá se atentar à alguns fatores. São eles :

  • Espessura

É  importante a escolha de panelas com o fundo mais grosso, pois essas retém melhor o calor,demoram um pouco a atingir a temperatura ideal, cozinhando o alimento por igual. Panelas com o fundo muito fino dissipam o calor de forma mais rápida, tornando o cozimento mais difícil.

  • Material

O material que constitui a sua panela influenciará na forma e na velocidade em que o calor atuará na panela. Temos os seguintes materiais :

  1. Alumínio :  São as panelas mais baratas e acessíveis do mercado. Esse material conduz bem o calor, porém  o seu uso é restrito a alguns tipos de alimento, fazendo com que aconteça uma reação química, liberando fragmentos de alumínio no alimento, alterando a cor, o cheiro e o sabor do mesmo.
  2. Cobre : São panelas de custo mais alto. Esse material é um bom condutor de calor, e o interior das panelas deve ser revestido de níquel ou bronze. Ideal para cozimento de doces e compotas.
  3. Ferro : São panelas que possuem um custo moderado. O ferro é liberado muito facilmente para a comida, por isso só é recomendada o uso para pessoas que possuem deficiência desse mineral. O ferro não é um bom condutor de calor, pois ele retém o calor e o libera lentamente para o alimento, por isso é mais usado para cozimentos de tempo prolongado.
  4. Ferro fundido com revestimento esmaltado : Essa panela funciona da mesma forma da panela de ferro convencional. As diferenças são que o custo dela é superior e  nesse tipo de panela, não há a liberação do mineral para a comida.
  5. Inox : São panelas de custo muito superior ao do alumínio, porém não reagem com os alimentos e não retém o calor tão bem quanto ele. Há no mercado, panelas desse tipo de fundo mais espesso, que retém melhor o calor.
  • Tamanho e formato

O tipo de alimento a ser cozinhado influencia na escolha da panela, pois a quantidade de alimento a ser colocado deve preencher a panela de forma a não interromper ou modificar o cozimento. Agora veremos os tipos de panelas e seus respectivos usos.

  • Caçarola

Caçarola

(Imagem da Internet)

É redonda, funda e com duas alças na lateral. Ideal para o preparo de cozidos e ensopados.

  • Caldeirão

Caldeirão

(Imagem da Internet)

Redondo, alto e também com duas alças nas lateriais. Ideal no cozimento de fundos e massas.

  • Panelas com cabo

Panela com cabo

(Imagem da Internet)

Têm cabo longo e borda reta ou levemente inclinada. Ideal para o cozimento de molhos.

  • Poissonière

Possoinière

(Imagem da Internet)

Têm forma oval, alças laterais e um suporte interno vazado, ideal para cozinhar peixes.

  • Sauteuse

Sauteuse

(Imagem da Internet)

É uma frigideira com bordas levemente inclinadas. Ideal para saltear alimentos.

  • Sautoir

Ԁ̖

(Imagem da Internet)

Frigideira de bordas retas. Ideal para frituras rasas e chapear carnes, aves e peixes.

  • Wok

Wok

(Imagem da Internet)

Frigideira com fundo arredondado, para distribuir o calor por igual. Ideal para o preparo de pratos orientais.

Espero que tenham gostado dessa série e das muitas próximas que virão por aí. Um beijo e até a próxima!

Get ready ‘cause…

bkg1 - Cópia