Técnicas – O que é e como se utiliza um Bouquet Garni?

Olá, Sweeties ! Tudo bom?

Quantas vezes vocês já foram em algum restaurante, provaram algum prato e sentiram o sabor e o aroma de algumas ervas, porém, não conseguiram encontrar nenhum resquício de ervas frescas no tal prato? Certamente, algumas vezes isso deve ter acontecido, e nós aqui do It’s Sugar Time vamos te explicar o motivo disso. Já ouviram falar alguma vez em uma coisinha chamada Bouquet Garni? Caso ainda não o conheça, vamos apresentá-lo à vocês.

Um bouquet garni é basicamente um raminho com diversos temperos que serve para ser infusionado dentro de caldos, molhos, sopas, entre outros, a fim de dar um sabor de ervas frescas, porém sem adicioná-las ao prato aoqual está sendo utilizado. Vocêsó coloca esse raminho lá e depois o retira,somente para saborizar e dar o aroma desejado.

Existem duas formas de se montar um bouquet garni . A primeira forma de se fazer, é escolhendo as ervas de sua preferência. Nesse caso,utilize ramos de ervas frescas recém-colhidas. Lembre-se de que as ervas devem se harmonizar com o prato a ser preparado em questão. Podem ser usados ramos frescos de tomilho, alecrim, coentro, salsinha, cebolinha, erva-doce, folhas de louro frescas, entre outras e amarra-se todas elas com um barbante de uso culinário. Em seguida, basta colocar o bouquet dentro da preparação, ferver as ervas e retirá-las antes de servir.

Bouquet Garni Barbante

(Imagem da Internet)

O segundo método de se fazerum bouquet garni é usar ervas secas e sem os talos. Nesse caso, devemos utilizar uma gaze ou um paninho de voal, para colocar as ervas dentro, fazer uma trouxinha e amarrar com um barbante de uso culinário. Emseguida,basta colocar essa trouxinha dentro de sua preparação, deixe cozinhar e retire antes de servir.

Bouquet Garni Gaze

(Imagem da Internet)

Um vídeo que explica de maneira bem fácil como se preparar um Bouquet Garni :

Esses são dois métodos fáceis de se temperar a comida, sem a necessidade de adicionar as ervas de forma direta. Espero ter esclarecido todas as dúvidas sobre essa técnica e esperem por muitas outras.

Um beijo e até a próxima !
Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

Técnicas – Como Cortar Vegetais Corretamente ?

Olá, Sweeties ! Tudo bom ?

Nas Técnicas de hoje, iremos ensinar à vocês a forma correta de se cortar vegetais para as mais diversas preparações. Em casa, estamos acostumados a cortar e picar grosseiramente os vegetais que iremos preparar, de modo totalmente aleatório e irregular. Para pratos preparados em casa, tudo bem, mas para um prato de restaurante, a apresentação é muito importante, e por isso, os cortes corretos devem ser seguidos à risca.

Verduras

(Imagem da Internet)

Geralmente, em pratos de maior tempo de cocção, os vegetais são cortados maiores, enquanto que, em pratos de preparo mais rápido, eles são cortados menores. Você pode cortar os seus vegetais em brunoise, macédoine ou julienne, ou em chiffonade, no caso das folhas. Existem outros meios de se cortar os vegetais. Basta você usar a sua imaginação, mas sempre de acordo como você for servir os seus pratos. Nesse post, vamos ensinar à vocês a como fazer alguns dos cortes descritos acima. Tentaremos fazer o nosso melhor para que fiquem tudo bem explicadinho para vocês. Vamos lá?

Brunoise :  Para se cortar os vegetais em brunoise, primeiramente se deve descascar o vegetal. E seguida, apare as pontas até que o vegetal fique com todos os lados regulares. Corte o vegetal em fatias longitudinais, de medidas de aproximadamente 3mm x 3mm x 5cm, e em seguida corte em cubos. Os cubos podem ser de 3mm, 6mm, 9mm ou até 1,5 cm de lado.

Abobrinha

 

(Acervo Pessoal – Caroline Torres)

Julienne : Para se fazer as juliennes, é necessário descascar o legume e cortá-lo em fatias longitudinais. Em seguida, corte-os em bastões de 3mm x 3mm x 2,5cm,para se fazer uma julienne de tamanho comum, ou em 3mm x 3 mm x 5 cm para uma julienne maior.

Cenoura

(Acervo Pessoal – Caroline Torres)

Chiffonade : Esse estilo de corte é utilizado somente para as folhas. Para dar início ao corte, retire os talos das folhas escolhidas, e enrole-as bem apertadas. Corte-as na espessura desejada, sendo bem fininho até ao mais grosso.

Couve

(Acervo Pessoal – Caroline Torres)

Bâtonnets : Esse é o corte ideal para se fazer batatas fritas. Para começar, descasque o vegetal e corte-o longitudinalmente com as medidas aproximadas de 6 mm x 6mm x 5 mm, ou 6mm x 6mm x 6mm.

Edição_Cortes

(Acervo Pessoal – Caroline Torres)

Tourné : Esse é um corte decorativo, que se assemelha ao formato de um barril com sete lados iguais e bases horizontais. É usado para legumes mais firmes, como as batatas, cenouras, abobrinhas, entre outros.

Caso ainda reste alguma dúvida de como realizar os cortes indicados, aqui temos um vídeo do site Gastronomismo, que explicar melhor sobre como realizar cada corte.


Espero que esse post tenha esclarecido algumas dúvidas frequentes em relação ao corte dos vegetais. Aventurem-se na cozinha e divirtam-se sempre.

Um beijo e até a próxima !
Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

Técnicas – Qual é a diferença entre Bicarbonato de Sódio e o Fermento Químico?

Olá, Sweeties ! Tudo bom ?

No post de hoje, vamos esclarecer para vocês a diferença básica entre o uso do bicarbonato de sódio e do fermento químico no preparo de massas dentro da cozinha. Vamos entender o que acontece quando usamos os dois ?

Bicarbonato ou Fermento

(Imagem da Internet)

Nós que estamos presentes na cozinha já a algum tempo, sabemos que para fazer com que certos tipos de massa cresçam,é preciso utilizar algum agente que vá estimular essa ação. Para isso, temos o bicarbonato de sódio ou o fermento químico, apesar de existirem no mercado, outros componentes diferentes que realizam esse mesmo processo, mas que nesse post não serão necessários.

 O bicarbonato funciona mais ou menos assim : quando ele entra em contato com o calor, ele libera o dióxido de carbono, ou o famoso CO2, o que faz com que as massas (sejam elas de bolo, de cookies, pães em geral) cresçam. Porém, quando entra em reação com o calor, também é feita a liberação de carbonato de sódio, substância que deixa um sabor metalizado no alimento a ser preparado. O ideal para cortar esse sabor metalizado,é importante a utilização de algum ácido no preparo,como um suco de laranja, limão ou até mesmo uma colher de chá de vinagre. Já o fermento em pó é uma mistura de bicarbonato de sódio com amido e um componente ácido que,para começar a agir, é preciso adicionar à receita, algum componente alcalino.

Mas agora, você deve estar se perguntando qual é a diferença entre os dois. A resposta é bem simples : o tempo de reação. Quando o bicarbonato de sódio entra em contato com a umidade presente na massa, o CO2 é liberado instantaneamente, enquanto que o fermento em pó, por ser uma mistura de bicarbonato de sódio com outros sais, precisa de duas etapas para começar a agir. A primeira etapa consiste na reação do próprio bicarbonato de sódio, enquanto que a segunda etapa consiste na reação dos outros sais que compõem o fermento, o que é feito entre os 50º e 60º de temperatura que massa está exposta. Por isso, se você quiser preparar uma massa mais rapidamente, a melhor opção é a utilização do bicarbonato de sódio. Mas, se você um tempinho a mais e quer preparar tudo com mais calma, é recomendável a utilização do fermento em pó.

Então é isso, pessoal! Espero ter esclarecido algumas dúvidas com relação a utilização do fermento e do bicarbonato, e espero que essas dicas ajudem à vocês no momento em que forem cozinhar.

Um beijo e até a próxima !
Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

Técnicas – Como Derreter e Temperar Chocolate

Olá, Sweeties ! Nas técnicas de hoje, vamos ensinar à vocês o modo correto de se derreter e temperar o chocolate. São técnicas bem fáceis e que melhoram as qualidades e realçam os sabores dos chocolates, tornando-os bem mais fáceis de se trabalhar. Então, vamos lá ?

Como derreter e temperar chocolate

(Imagem da Internet)

Antes de iniciarmos o processo da temperagem, devemos saber o que esse processo faz como chocolate, não é mesmo ? A temperagem é o lento e gradual resfriamento do chocolate. Esse processo faz com que se formem os cristais de manteiga de cacau uniformemente, evitando que a manteiga de cacau e os sólidos de cacau se separem, garantindo uma finalização  compacta e homogênea do chocolate. Se o processo da temperagem for feito corretamente, é garantida a secagem rápida do chocolate, o brilho da sua superfície, uma textura macia e uma melhor conservação do produto.

Para a temperagem do chocolate, existem dois processos bem fáceis e que possuem o mesmo efeito, mas o processo a ser utilizado é de sua escolha. Existe a temperagem no mármore e a temperagem no bowl.

Para temperar o chocolate no mármore, você precisa dos seguintes materiais :

  • Uma superfície de mármore limpa (antes de usar a superfície, recomendo que lave-a bem com água e sabão, e em seguida, use um pano seco com álcool, e seque-a bem)
  • Um bowl grande
  • Uma espátula
  • Um termômetro culinário
  • Chocolate, que pode ser o ao leite (50% de cacau), o amargo (de 60 a 70% de cacau) e o chocolate branco (que é a gordura do cacau)

Você pode derretero chocolate de duas formas : usando um microondas, ou derretendo por banho-maria.(Caso não saiba como fazer o banho-maria, clique aqui). Para derreter o chocolate branco no microondas, coloque-o em um bowl de vidro e aqueça-o no microondas em potência média, parando de 20 em 20 segundos para mexer o chocolate com uma espátula e evitar que o chocolate queime, tendo o cuidado de medir a temperatura do chocolate, que deve estar entre 36ºC e 38ºC. Depois de derretido, despeje o chocolate sobre o mármore, movimentando-o para que sua temperatura caia entre 23ºC e 25ºC. Depois aqueça o chocolate novamente, até que ele atinja um temperatura entre os 27ºC e 28ºC, e ele estará pronto para ser usado.

Aviso importante : As temperaturas descritas acima, são as do chocolate branco. Para o chocolate ao leite, a temperatura de derretimento deve ser entre os 40ºC e 45ºC, e a temperatura de resfriamento deve ser entre 24ºC e25ºC. Ao aquecê-lo novamente, a temperatura deve estar em torno de 29ºC e 30ºC.

Para o chocolate amargo, a temperatura de derretimento deve estar entre os 45ºc e 50ºC, e a temperatura de resfriamento deve ser entre 26ºC e 27ºC. Ao aquecer o chocolate novamente, a temperatura a ser atingida deve ser entre 31ºC e 32ºC, respectivamente.

Para temperar o chocolate no bowl, você vai precisar dos seguintes materiais :

  • Um bowl grande
  • Uma panela com água fervente
  • Uma espátula de silicone
  • Chocolate picado, que pode ser o ao leite (50% de cacau), o amargo (de 60 a 70% de cacau) e o chocolate branco (que é a gordura do cacau)

Para derreter o chocolate, separe 1/4 do chocolate picado e reserve. O choclate restante, coloque no bowl e disponha o bowl sobre a panela de água fervente. Derreta o chocolate até que ele atinja os 50ºC. Remova a panela do fogo e adicione o chocolate picado, mexendo até que se derreta. Deixe o bowl esfriar por completo em temperatura ambiente. Coloque o bowl novamente em banho-maria e mexa com a espátula. Se o chocolate utilizado for amargo, a temperatura que ele deverá atingir deve ser entre 30ºC e 33ºC. Se for o chocolate ao leite, a temperatura ideal é entre 28ºC e 30,5ºC. Para saber se o chocolate foi temperado,mergulhe uma colher de metal no chocolate e espere. O chocolate deve começar a secar de 3 a 5 minutos, deve possuir um brilho acetinado e não deve ter rachaduras. Caso o chocolate não apresente a aparência descrita, volte a mexer com a espátula até que ele se firme.

Um vídeo explicando melhor o processo da temperagem do chocolate :

Espero que esse post tenha tirado as dúvidas de vocês com relação ao chocolate.

Um beijo e até a próxima !

Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

Dicas de Quarta – Como se preparar para um Churrasco

Olá. Sweeties ! No post de hoje, daremos algumas dicas sobre como preparar bem  e evitar erros e situações desagradáveis durante um churrasco. Vamos lá ?

Como NÃO fazer um churrasco

(Imagens da Internet)

Como tudo nessa vida tem sempre uma primeira vez, o Yann e eu resolvemos dar o nosso primeiro churrasco. Convidamos algumas amigas, foi aquele corre-corre para deixar a casa arrumada, para comprar as coisas que precisaríamos e para preparar a comida. Mas, como nem tudo é perfeito, aconteceram alguns imprevistos. Então, resolvi criar esse pequeno manual para auxiliar os churrasqueiros de primeira viagem a preparar o seu churrasco sem ter nenhum problema depois.

O primeiro passo é a organização do local. A limpeza do local é fundamental, pois é nele onde você irá preparar as refeições que serão servidas aos seus convidados. Também é legal organizar mesas e cadeiras em um local bem arejado.

O segundo passo é montar a lista de compras. Pergunte aos seus convidados se tem algo que eles não comam, quais são as bebidas preferidas, pois assim dá para se ter uma noção de itens em que todos estejam de acordo. Escreva na lista tudo o que irá precisar, desde as guarnições, bebidas, até os produtos descartáveis. No nosso caso, alguns dos convidados trouxeram carnes e refirgerantes que preferem usar. Esse também é um bom passo, dividir entre os convidados para cada um levar aquilo que achar mais interessante. Calcule sempre 10% a mais de comida por pessoa. Eu sempre acho melhor sobrar comida do que faltar. Dependendo do apetite, sempre tem uma pessoa que come a mais, por isso é sempre melhor fazer uma estimativa de quanto de cada ingrediente você irá utilizar.

O terceiro passo é SEMPRE verificar a quantidade de carvão disponível. Tenha,no mínimo, uns 2 sacos de carvão. Nunca se sabe o que pode acontecer.

O quarto passo é se divertir. Seguindo esses três passos, é muito melhor para não se ter nenhuma preocupação e deixar todos os convidados satisfeitos. Divirta-se !

Espero ter ajudado. Um beijo e até a próxima !

Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

Técnicas – Como Fazer Batatas Fritas Perfeitas

Olá, Sweeties ! A técnica de hoje consiste em preparar batatas fritas idênticas às de lanchonetes : crocantes e deliciosas. Não é um método rápido, mas pode seguir essas dicas, pois é garantia de sucesso. Primeiramente, é necessário calcular a quantidade de batata que será usada, pois sempre é interessante preparar um pouquinho a mais,né. Até porque ninguém resiste à uma batatinha quentinha. Vamos lá ?

shutterstock 38926333

(Imagem da Internet)

Para preparar as batatas, vamos precisar dos seguintes materiais :

  • Um descascador de legumes
  • Uma tábua de bambu
  • Um bowl grande
  • Uma panela grande
  • Uma escumadeira
  • Papel toalha
  • Uma travessa de vidro
  • Sacos zip-loc

Como fazer :

  1. Lave bem as batatas e descasque-as com o auxílio de um descascador de legumes.
  2. Corte-as em forma de palito e deixe-as de molho em um bowl grande com água.
  3. Em uma panela grande, ferva 1 litro de água. Quando ferver, vá adicionando as batatas em pequenas porções e deixe-as cozinhar por 3 minutos. Retire-as da água e seque-as em papel toalha. Repita esse processo até que as batatas acabem.
  4. Após ferver e secar todas as batatas, disponha-as em uma travessa grande (evite deixá-las amontoadas), e leve-as ao congelador de 4 a 6 horas, sem cobri-las.
  5. Depois de congeladas, separe-as em pequenas porções e guarde-as em sacos zip-loc, no congelador.
  6. Para fritar, escolha sempre um óleo de boa qualidade. Aqueça o óleo em uma panela. Quando o óleo estiver bem quente, frite as batatas ainda congeladas. Salgue à gosto e sirva !

ATENÇÃO : Tenha sempre muito cuidado ao realizar frituras, pois podem causar queimaduras sérias.

Um vídeo explicando melhor todo o processo :

Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia

Técnicas – Como destrinchar uma ave

Olá, Sweeties ! A técnica que ensinaremos hoje é bem simples e pode ser usada no preparo de patos, frangos, codornas, faisão, entre muitas outras; aproveitando ao máximo as partes para preparar muitos outros pratos deliciosos. Vamos lá ?

Destrinchar Frango

(Imagem da Internet)

Para destrinchar uma ave, precisaremos dos seguintes materiais :

  • Uma faca bem afiada
  • Uma tábua de corte (de plástico, madeira ou bambu)
  • Um pano de prato

Como fazer :

  1. Use a a faca para cortar a pele entre o peito e as coxas.
  2. Gire a perna do frango para fora da carcaça até o osso soltar da junta.
  3. Utilize a ponta da faca para separar a perna do corpo – direcione a ponta da faca para o corpo de modo a retirar o máximo possível de carne junto com a perna.
  4. Use a parte mais larga da faca para cortar a junta da asa.
  5. Sinta o osso do peito bem no meio da avem use a parte média da faca para cortar a carne verticalmente seguindo a linha do osso, a fim de separar o peito.
  6. Utilize a ponta faca para cortar entre a carne do peito e a carcaça, posicionando a faca em direção à carcaça, executando o corte em golpes.
  7. Faça um corte entre o peito e a carcaça para separar o peito, fazendo um ângulo com a faca em direção à carcaça para garantir que o peito fique com o máximo de carne possível.
  8. Repita todas essas etapas do outro lado da ave. Você pode manter as pernas inteiras ou cortá-las ao meio, separando as coxas das sobrecoxas. Para fazer isso, utilize o meio da faca para cortar em um único movimento através da junta, seguindo a curva natural da perna.

Para esclarecer melhor esses passos, um vídeo :

Espero que tenham gostado. Um beijo e até a próxima !
Get ready ‘ cause …

bkg1 - Cópia